Desde quando esse aparelhinho foi inventado  tentamos deixá-lo com a nossa cara. No começo, tínhamos apenas ringtones clássicos, mas cada um de nós fazia questão de escolher o seu para dar uma personalizada. Junto com os sons, as capinhas coloridas ajudavam a dar um up.
Lembro quando baixei a primeira música no meu celular que ia servir como toque de chamada. Achei o máximo, até o momento em que troquei o celular por um que permitia colocar FOTO e SOM diferenciados para cada um dos tantos contatos. Fiquei igual Alice no país das maravilhas e perdi algum tempo da minha vida imaginando qual música e foto seriam melhores para o meu amor, a minha melhor amiga, minha prima querida,os meus flihos… Brinquedo que ganhamos no Natal perde!
Agora, o que mais desperta a minha atenção é como descobrimos um pouco da personalidade de cada um só ouvindo a música escolhida para o celular. Outro dia, estava em um banco e um senhor sentado procurava o seu aparelho pelos bolsos. Ele tocava um música de faroeste, bem John Wayne caminhando até o pôr do sol. Lembrei imediatamente do meu pai que lia aqueles livrinhos vendidos em banca e vê e revê esses filmes infinitas vezes.  Mas tem uma coisa que meu pai ama mais e que toca em alto e bom som no seu celular: o hino do seu time do coração, o tal flamengo sagrado.
Senhoras mais idosas costumam ostentar músicas clássicas, MPB ou no máximo um Roberto Carlos para lhe chamar. Se toca um funk e a quase avó dá um pulo, com certeza alguém fuçou no seu celular. Mulheres são naturalmente mais românticas, mas não tenho visto muito isso nas canções. Hits com as palavras PODEROSA E BANDIDA são os mais usados.
Já os homens debandaram para o sertanejo universitário. Tche Tche re re é um must da parada dos celulares. Mas, se ao contrário, o rock pesado ou um blues for o escolhido, pode ter certeza que o cara é diferente. Agora, se ele nem se deu ao trabalho de mudar o som original, talvez falte um pouquinho de criatividade…ou de tempo!
Acho bonitinho colocar a música do casal para quando um chamar o outro, mostra cumplicidade. Mas a trilha de O Poderoso Chefão alertando para a chamada do chefe soa como uma ameaça! O mais terrível é a sirene de polícia anunciando a esposa que liga no meio da conversa de buteco. Isso só mostra que o homem em questão adora ser policiado…E que a mulher não tem um pingo de bom senso! E como hoje em dia até os pequenos tem celular – por questões de segurança – é bom dar uma olhada na música escolhida por eles quando você chama. Nada de “descendo até o chão”, “pancadão” ou outro “ão” qualquer. Respeito é bom e faz bem para os dentes. Deixe cada um escolher a música que quer ser identificado por você e faço o mesmo com eles. Aqui em casa tem até Gagnan Style! Fora isso, brinque com as músicas e acordes. Elas mostram personalidade, identificam preferências e criam laços de carinho. Tudo que a gente precisa!

Anúncios

2 comentários sobre “Os sons do celular

  1. É interessante você ter escrito sobre “os sons do celular”, dias atrás eu pensava “com meus botões”, que dá para saber muito de uma pessoa pelo toque do celular dela. Muito boa a crônica. Gostaria de ler mais no seu blog, mas o tempo as vezes é tão curto, amo a forma delicada como você escreve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s