Hoje me lembrei que desde quando comecei o Dicas, há mais ou menos 5 anos atrás, parei de escrever no meu diário…Parece coisa de adolescente, mas as minhas agendas há tempo vem registrando um pouco da minha vida. Sempre gostei de escrever e quando ganhei o meu primeiro diário da minha avó, aquele que vinha com uma chavinha que a gente jurava que trancava os nossos segredos, nunca mais parei. E de vez em quando, gosto de reler essas páginas da minha vida…E ter a certeza que não há nenhuma tristeza que perdure e nenhuma felicidade que não padeça. E ver que já fomos de tudo um pouco…

Como já nos iludimos com promessas vãs, acreditamos em quem nada valia e como aquilo aquietava a nossa alma. Percebo que a minha felicidade já foi tão dependente de outros e que hoje tenho ela em minhas mãos. Até parece frase que a gente colocava na agenda: Você é o responsável pela sua felicidade! E desde aquela época, tudo que eu escrevia vinha acompanhado de uma imagem…Hoje é só copiar e colar!

E as resoluções de ano novo? Me divirto vendo todos os sonhos, as metas inatingidas, ginásticas sempre adiadas, estudos idem! Como sofria por não poder ir a esse ou aquele lugar e quando conseguia finalmente a alforria, quanta alegria por uma simples noite na rua!

Preparativos para festas, roupas a serem escolhidas, namorados, amigos para ligar…Quantos nomes se perderam nas minhas agendas! E no meio de tantas palavras, encontro ingressos de filmes, fotos esquecidas, cartões de natal, bilhetes de despedidas…E vejo que cada um daqueles dias foi fundamental na minha vida, de alguma maneira. O comprovante de inscrição para o vestibular, o jornal do dia que passei, a noticia no boletim da minha paróquia falando a todos sobre a nova universitária…Quantas lembranças!

Talvez hoje não precise tanto da chave…não tenho mais segredos. Tenho mais lembranças: o primeiro ultrassom de Victor, meu primogênito, a mistura de alegria e loucura ao ver aquela criaturinha dentro de mim, as tristezas, as dúvidas, a completa felicidade também.O sucesso, o fracasso, a união e a separação. Outro filho, outra partida, nova chegada. Nova vida!

E continuo escrevendo a minha história…Entre sorrisos e lágrimas, alegrias e tristezas, mas muitas lembranças… E adoro ler, reler e começar tudo de novo. Como se cada nova agenda fosse um novo começar. Páginas e mais páginas em branco prontas para mais uma nova aventura. A aventura nossa de cada dia. Acordar, trabalhar, fazer amigos, perder outros, planejar, sonhar…E registrar cada novo pensamento, alguma palavra de conforto ou qualquer fúria vã. Vou retomar o meu diário. Quem sabe, eu possa ler para os meus netos todas as pegadas que deixei…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s